top of page

Filmes para assistir na semana da Consciência Negra

Nessa semana da Consciência Negra a agência de fomento cultural, La Fourmi Cultural, vem apresentar uma lista de 5 filmes que não apenas exaltam a cultura e grandes personalidades negras, como, também, são estrelados por atores e atrizes negros que emprestam suas atuações para contar histórias, fazer denúncias, causar reflexões e emocionar o público. Indo direto ao ponto:


Besouro – O Filme (João Daniel Tikhomiroff, 2009)

Em cena: Mestre Besouro (Ailton Carmo) | Besouro – O Filme (João Daniel Tikhomiroff, 2009)

Para começar, um filme de 2009, com muito menos orçamento do que as grandes produções hollywoodianas, mas feito com muita qualidade e inspirado no capoeirista baiano Besouro Mangangá (1895 – 1924).


O filme arrisca alguns efeitos especiais, extremamente necessários, dado o mito em torno dessa figura conhecida por ter o “corpo fechado”, por conta das situações de confronto em que ele escapava naquela época de repressão tão grande contra expressões da cultura negra, como as rodas de samba, religiões de matrizes africanas e a própria capoeira.


O filme é estrelado por Ailton Carmo, que interpreta Manoel Henrique Pereira, o Mestre Besouro, com excelência e foi dirigido por João Daniel Tikhomiroff. Um filme necessário.


Onde assistir: https://www.youtube.com/watch?v=Y7H3PspISdU


 

Madame Satã – (Karim Aïnouz, 2002)

Em cena: Madame Satã (Lázaro Ramos) | Madame Satã – (Karim Aïnouz, 2002)

E já que falamos em herói brasileiro a quem creditavam até a capacidade de se transformar em besouro para escapar das situações mais perigosas, precisamos falar também de quem se “transformava” para sobreviver. É o caso do transformista pernambucano João Francisco dos Santos (1900 - 1976), mais conhecido como Madame Satã.


Seu filme homônimo, conta sua história com a atuação brilhante de Lázaro Ramos. Um filme que fala sobre a boemia carioca, a malandragem, o preconceito e as dezenas de situações em que esse artista, que não levava desaforo para casa, se meteu.


É um filme forte, bonito, chocante e icônico, como não poderia deixar de ser o filme que retrata a vida polêmica e atribulada de Madame Satã. Karim Ainouz é um grande diretor, com uma filmografia impecável e foi nesse filme que ele mostrou a que veio.



 

Nosso Sonho (Eduardo Albergaria, 2022)

Em cena: Claudinho e Buchecha (Lucas Penteado e Juan Paiva) | Nosso Sonho (Eduardo Albergaria, 2022)

A biografia da dupla Claudinho e Buchecha é um daqueles filmes que conversam com os anseios de milhões de jovens negros das periferias do Brasil que sonham com a grande virada na vida. No caso da dupla, a virada veio pela música, mas não é um filme sobre música, é sobre sonhos e o direito de sonhar.


Estrelado Lucas Penteado e Juan Paiva, respectivamente vivendo, Claudinho (1975 - 2002) e Buchecha esse filme promete prender toda a família na frente da tela.



 

Medida Provisória (Lázaro Ramos, 2020)

Em cena: Antonio (Alfred Enoch), Capitu (Taís Araújo) e André (Seu Jorge) | Medida Provisória (Lázaro Ramos, 2020)

Taís Araújo, Seu Jorge, Alfred Enoch, Emicida e com direção de Lázaro Ramos, fala sério, eu te convenceria a assistir até uma partida de "ping-pong" com um elenco desses, mas não é o caso.


Medida Provisória é uma ficção do tipo distópica, ou seja, um gênero cinematográfico que tenta retratar “o pior cenário”, uma verdadeira tragédia. Nesse caso, o filme mostra como seria se uma medida provisória, ordenando aos descendentes africanos retornarem para a África, terra de onde seus antepassados foram sequestrados para servir à escravidão no Brasil.


Apesar de apelar ao absurdo, o filme mostra que aquilo que parece ser inimaginável, nasce no cotidiano real, com a normalização das atitudes racistas presentes no dia a dia do nosso país. Talvez a diferença entre a utopia e a distopia esteja em nosso comportamento. Assista e descubra...



 

Doutor Gama – (Jeferson De, 2021)

cena: Luís Gama (César Mello) | Doutor Gama – (Jeferson De, 2021)

Doutor Gama conta a história do advogado abolicionista, orador, jornalista e escritor Luís Gonzaga Pinto da Gama (1830 - 1882), Luís Gama, ou, Dr. Gama.


Uma biografia que chega tarde ao grande público, mas dá justiça à história da abolição da escravatura, que por muitos anos, foi ensinada nas escolas como se fosse uma boa vontade da Princesa Isabel, mas que na verdade, como já comprovado pela história, foi uma reação à grande pressão criada pelas próprias pessoas negras que exerciam pressão direta através dos quilombos e revoltas, mas também pelas vias formais e jurídicas, as frentes que Luís Gama encampou com maestria, acumulando grandes resultados como a libertação de mais de 500 escravizados, ao longo de sua atuação.


Doutor Gama é estrelado pelo ator César Mello e grande elenco. Quer saber mais? Assista!



DICA BÔNUS:

 


My Name Is Now, Elza Soares (Elizabete Martins Campos, 2014)

Em cena: Elza Soares, A VOZ DO MILÊNIO! | My Name Is Now, Elza Soares (Elizabete Martins Campos, 2014)

Elza Soares (1930 - 2022) dispensa apresentações. Uma das maiores cantoras da história do Brasil, uma das vozes mais marcantes da música mundial, Elza sentiu na pele a violência que sofre a mulher negra no Brasil.


Escolhida pela BBC de Londres, como a “Melhor Cantora do Milênio” Elza, cantou, denunciou, apelou e encantou o Brasil com suas músicas e sua voz potente, capaz de conquistar os ouvidos mais exigentes.


Com o documentário “My Name Is Now”, Elza teve sua história apresentada nas telonas do cinema em um documentário comovente, envolvente e cheio de revelações sobre a vida da cantora que vão muito além da sua vida nos palcos.




Commenti


Parede vermelha e cinza

Entre em contato

Fale com

La Fourmi

Envie uma mensagem com suas dúvidas.

Se preferir, envie um e-mail para:

  atendimento@LaFourmi.art.br 

bottom of page